SAAE Juazeiro volta a orientar sobre uso correto da rede coletora de esgoto

Início SAAE Juazeiro volta a orientar sobre uso correto da rede coletora de esgoto

SAAE Juazeiro volta a orientar sobre uso correto da rede coletora de esgoto

Serviço de Água e Saneamento Ambiental - SAAE

Autor: Comunicação

SAAE Juazeiro volta a orientar sobre uso correto da rede coletora de esgoto

O Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) de Juazeiro tem se empenhado para monitorar e atuar em todas as solicitações dos usuários, mas reforça que a colaboração da população é importante para evitar extravasamentos, mau cheiro e retorno de dejetos às residências, causando prejuízos materiais, transtornos e doenças. Entre os resíduos mais encontrados pelo […]

12/12/2022 11h12 Atualizado há 2 meses atrás

O Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) de Juazeiro tem se empenhado para monitorar e atuar em todas as solicitações dos usuários, mas reforça que a colaboração da população é importante para evitar extravasamentos, mau cheiro e retorno de dejetos às residências, causando prejuízos materiais, transtornos e doenças.

Entre os resíduos mais encontrados pelo o SAAE nas redes estão: plásticos, panos, pedaços de madeira, entulhos de construção e óleo de cozinha. No último trabalho de desobstrução, por exemplo, feito nos bairros João Paulo II e Jardim Campestre foram encontrados até conjuntos de peças de roupas na tubulação.

Pensando em minimizar essas ocorrências, o SAAE orienta a população quanto ao uso correto da rede de esgoto.

O óleo de cozinha, por exemplo, deve ter destino adequado e jamais pode ser lançado na rede de esgoto. Além de danificar seriamente as tubulações, compromete o meio ambiente.

Os resíduos sólidos, como garrafas, latas e roupas, encontrados com muita frequência dentro das redes coletoras, também são os maiores causadores de problemas de entupimento, assim como os resíduos orgânicos (comida) que não deve ser colocada na rede de esgoto.

Também é importante não jogar lixo nas ruas, para não ocorrer obstruções das galerias. A prevenção ainda é o melhor caminho.

“O sistema de esgotamento sanitário foi projetado para receber apenas o esgoto doméstico. Qualquer objeto diferente pode causar entupimento, formando um bloqueio e impedindo a passagem normal do efluente. Assim, os dejetos se acumulam, prejudicam o fluxo do esgoto e acabam ocasionando vazamentos em pontos mais baixos da tubulação ou até mesmo o retorno do esgoto para dentro dos imóveis e implicações no processo de tratamento”, explica a engenheira Louise Chiochetta, gestora de Obras e Projetos do SAAE.

Serviço

Para que esses e outros problemas sejam resolvidos pelo SAAE, é importante ressaltar que os moradores precisam comunicar a situação, através da central de atendimento no número (74) 3614-9800, munidos de endereço e nome completo.

Texto: Welington Alves – Ascom/SAAE/PMJ


Facebook Instagram Youtube