Ordenamento urbano e mobilidade: Prefeitura de Juazeiro pretende criar Terminal Municipal Integrado de Transporte Alternativo

Início Ordenamento urbano e mobilidade: Prefeitura de Juazeiro pretende criar Terminal Municipal Integrado de Transporte Alternativo


Equipes da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb) e da Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT) realizaram nesta quinta-feira (4), a primeira visita técnica ao pátio onde funciona a ‘feira do rolo’, no bairro Alto da Maravilha, em Juazeiro. No local poderá vir a funcionar o Terminal Municipal Integrado de Transporte Alternativo (TMITA).

A proposta da Prefeitura com esse projeto é resolver dois problemas: a mobilidade e o ordenamento da área central da cidade, concentrando em um só local as linhas de transportes alternativos intermunicipais e interdistritais de passageiros, e abrigando os vendedores ambulantes que hoje trabalham nos calçadões e praças do centro de Juazeiro.

“A ideia de implantar aqui o Terminal Municipal Integrado de Transporte Alternativo pode trazer grandes benefícios econômicos e sociais para Juazeiro. Criaríamos um espaço estruturado para abrigar num único lugar as linhas intermunicipais e interdistritais de passageiros, e ainda poderemos alocar uma quantidade expressiva de vendedores ambulantes para essa área, conseguiríamos gerar um fluxo de pessoas passando por aqui, fazendo com que os ambulantes possam comercializar seus produtos e continuar tendo sua sobrevivência”, explicou o titular da Semaurb, Rubens Torres.

Melhorias


Para transformar o pátio do Alto da Maravilha no Terminal Municipal Integrado de Transporte Alternativo, o lugar precisará passar por melhorias e adequações estruturais no piso, iluminação e instalação de banheiros. Por isso, arquitetos e engenheiros da CSTT e Semaurb estiveram no local fazendo um levantamento da área.

“Desde o início da gestão começamos a estudar um lugar para transferir o ponto de parada dos veículos alternativos do município. Chegamos à conclusão que esse pátio onde funciona a ‘feira do rolo’ pode se transformar no terminal integrado. Atualmente os pontos de transportes alternativos estão espalhados pela Praça do Índio, Avenida Santos Dumont, Rua Oscar Ribeiro, Avenida Flaviano Guimarães, alguns desses locais são inapropriados. Se conseguirmos viabilizar esse projeto, vamos melhorar o acesso desse setor, concentrando as paradas em um só lugar, com toda estrutura, segurança, conforto e mais comodidade para condutores e passageiros”, enfatizou o engenheiro de tráfego da CSTT, Rodrigo Carvalho.

Com a criação do Terminal Municipal Integrado de Transporte Alternativo, a Prefeitura poderá viabilizar mais vagas de estacionamento no centro da cidade.

“No centro da cidade, por ter vias muito estreitas, um dos problemas críticos de Juazeiro é a quantidade insuficiente de locais para estacionar. Mas com a proposta de criação do Terminal Municipal de Transporte Alternativo, um dos principais benefícios para o município será também o aumento da oferta de mais vagas de estacionamento, que serão criadas onde atualmente funcionam os pontos de transporte alternativo”, completou o gerente de engenharia de trânsito da CSTT, Rozinaldo Alves.

Quantidade de trabalhadores

Aproximadamente 100 veículos realizam o transporte alternativo em Juazeiro, divididos em 25 linhas intermunicipais e interdistritais. Já em relação aos vendedores ambulantes da área central, o município possui uma média de 200 trabalhadores cadastrados.

Texto: Edísia Santos – Ascom/ Semaurb/ PMJ

Fotos: Marcel Cordeiro – Ascom/PMJ

Compartilhar