Janeiro Branco: Prefeitura de Juazeiro divulga serviços de assistência à saúde mental disponíveis no município

Início Janeiro Branco: Prefeitura de Juazeiro divulga serviços de assistência à saúde mental disponíveis no município

Janeiro Branco: Prefeitura de Juazeiro divulga serviços de assistência à saúde mental disponíveis no município

Secretaria de Saúde

Autor: Comunicação

Janeiro Branco: Prefeitura de Juazeiro divulga serviços de assistência à saúde mental disponíveis no município

A preocupação do brasileiro com saúde mental quase triplicou nos últimos quatro anos, é o que aponta um estudo desenvolvido pelo instituto Global Health Service Monitor (2022). As pessoas estão mais cientes dos impactos das doenças mentais e psíquicas e estão procurando ajuda profissional. A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde (Sesau), disponibiliza […]

16/01/2023 10h03 Atualizado há 3 semanas atrás

A preocupação do brasileiro com saúde mental quase triplicou nos últimos quatro anos, é o que aponta um estudo desenvolvido pelo instituto Global Health Service Monitor (2022). As pessoas estão mais cientes dos impactos das doenças mentais e psíquicas e estão procurando ajuda profissional.

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde (Sesau), disponibiliza assistência à saúde mental para a sua população. O serviço é oferecido em unidades que atendem de acordo com o perfil e necessidades dos pacientes.

Os juazeirenses contam com a seguinte rede assistencial:

Unidades Básicas de Saúde

A Unidade Básica de Saúde é a porta de entrada para o acesso ao cuidado em saúde. O paciente é avaliado pelo médico na UBS que pode iniciar o tratamento ou, caso necessário, será encaminhado para o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) ou para o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS).

Ambulatório de Saúde Mental

O ambulatório cuida de pessoas com transtornos de saúde mental moderado como, ansiedade generalizada, Síndrome do Pânico e Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), encaminhados pelas UBS ou pelos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).
Uma equipe multidisciplinar, formada por: psicólogos, médicos psiquiatras, assistentes sociais e técnicos de enfermagem, presta assistência a cerca de dois mil pacientes, realizando um média de 700 atendimentos por mês.

CAPS II / CAPS AD III e CAPS Infanto-Juvenil

Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) prestam assistência a transtornos psíquicos graves ou persistentes em decorrência do uso abusivo de drogas.
A prefeitura vem investindo na requalificação das infraestruturas das unidades para garantir espaços mais amplos, climatizados e confortáveis para os usuários e trabalhadores.
Dispõe de uma equipe multidisciplinar composta por: enfermeiros, psicopedagogos, médicos, educadores físicos, artesãos, entre outros, focada na reabilitação psicossocial do paciente, pensando ações de redução de danos e reinserção na sociedade, através de atendimentos individuais ou em grupo e visitas domiciliares.
Atualmente, 3.847 usuários estão ativos nos CAPS do município, apenas o CAPS II tem uma média de 1.142 atendimentos por mês.

Funcionamento

Os centros funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, exceto CAPS AD III que está aberto 24h por dia, nos seguintes endereços:
CAPS AD III – Avenida Eliseu Martins, nº 00, bairro Novo Encontro
CAPS II – Rua Jequitibá, nº10, bairro Cajueiro
CAPS Infanto-Juvenil – Rua Almirante Tamandaré, nº 07, bairro Country Club

Residência Terapêutica

É um espaço dedicado à reinserção social de pacientes que viveram durante muito tempo em hospitais psiquiátricos ou instituições de longa permanência.
A Residência Terapêutica foi planejada para acolher esses pacientes que contam com a ajuda de uma equipe de cuidadores e técnicos de enfermagem no processo de construção e fortalecimento da identidade e autonomia de cada um deles.

Texto: Marcela Cavalcanti – Ascom/Sesau/PMJ


Facebook Instagram Youtube