Alcance das aulas remotas na Rede Municipal de Ensino de Juazeiro ultrapassa 80% até final de julho

Início Alcance das aulas remotas na Rede Municipal de Ensino de Juazeiro ultrapassa 80% até final de julho

O alcance das aulas remotas na Rede Municipal de Ensino de Juazeiro ultrapassou 80%, entre o mês de abril (início das aulas) até o final de julho. Isso significa que as estratégias de ensino adotadas pela Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), para atender cerca de 37 mil estudantes da Rede Municipal, alcançaram mais de 30 mil alunos durante o ensino remoto nesse período.

O relatório foi produzido pelo Sistema de Informação da Educação de Juazeiro (Siej) e  o cálculo considerou os registros de aulas inseridas no Portal da Educação Municipal  pelos professores, tendo como parâmetro, o contato do aluno com pelo menos uma das estratégias de ensino adotadas pela Seduc.

Durante o ensino remoto, além da Plataforma Escola Presente, os alunos também tiveram suporte das unidades de ensino através de grupos de whatsapp, e da retirada de blocos de atividades impressas nas escolas, obedecendo aos protocolos de segurança sanitária contra a Covid-19.

“A Seduc tem buscado desenvolver estratégias que possam alcançar de fato os nossos estudantes, juntos aos gestores, coordenadores pedagógicos e professores. Estamos cientes das dificuldades impostas pela pandemia, mas seguimos trabalhando e desenvolvendo estratégias para reduzir os impactos na Educação”, destacou a secretária de Educação e Juventude, Normeide Almeida.

Entre todos os segmentos atendidos pela Rede Municipal, o Ensino Fundamental II é o que registra maior alcance de aulas, com 96,8% de participação dos alunos.

Outras estratégias

Uma das estratégias que serão adotadas pela Seduc para reduzir os impactos da pandemia na Educação, é o Programa Busca Ativa. Através da iniciativa intersetorial, alunos que não estão participando efetivamente das aulas remotas, poderão ser identificados. Dessa forma, será feito o diagnóstico dos motivos pelos quais o acesso as aulas não ocorre.

Além disso, já acontece nas escolas, por meio da atuação de técnicos verificadores, o acompanhamento domiciliar dos estudantes que não estão tendo acesso às aulas.

Texto: Brena Souza – Ascom/Seduc/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube