Secretaria de Saúde de Juazeiro chama atenção para campanha ‘Dezembro Vermelho’ e a importância do diagnóstico precoce para HIV

Início Secretaria de Saúde de Juazeiro chama atenção para campanha ‘Dezembro Vermelho’ e a importância do diagnóstico precoce para HIV

Secretaria de Saúde de Juazeiro chama atenção para campanha ‘Dezembro Vermelho’ e a importância do diagnóstico precoce para HIV

Secretaria de Saúde

Autor: Comunicação

Secretaria de Saúde de Juazeiro chama atenção para campanha ‘Dezembro Vermelho’ e a importância do diagnóstico precoce para HIV

O mês de dezembro é dedicado à luta e combate à AIDS, doença provocada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). A campanha “Dezembro Vermelho” tem o objetivo de conscientizar a população sobre a doença e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Em Juazeiro, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Saúde (Sesau), tem uma unidade de […]

01/12/2022 14h43 Atualizado há 2 meses atrás

O mês de dezembro é dedicado à luta e combate à AIDS, doença provocada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). A campanha “Dezembro Vermelho” tem o objetivo de conscientizar a população sobre a doença e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Em Juazeiro, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Saúde (Sesau), tem uma unidade de saúde dedicada a atender pessoas com infecções sexualmente transmissíveis, o CIDHA. 

O Centro de Informações em Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), HIV/AIDS e Hepatites Virais (CIDHA), oferece ao público atendimentos especializados, palestras, distribuição gratuita de medicamentos e preservativos internos e externos, além de testagem sorológica (HIV, sífilis e hepatites virais). “O ano todo desenvolvemos atividades de conscientização e acolhimento junto àqueles que buscam nosso atendimento. Temos profissionais capacitados que integram o serviço e se dedicam a levar informação de qualidade ao público”, explicou o gerente do CIDHA, Adeilton Junior.

Quanto ao tratamento, Adeilton reforça que “com um diagnóstico precoce, mais cedo se inicia o tratamento e o paciente pode ficar indetectável, ou seja, a pessoa que toma o medicamento corretamente, pode não transmitir mais o vírus do HIV”.

Dados

Segundo dados epidemiológicos sobre HIV/AIDS da Secretaria de Saúde, de 2012 a 2021, foram notificados em Juazeiro 234 novos casos de HIV e 341 de AIDS. Em 2022, até o mês de novembro, foram confirmados no município 23 casos de HIV e 28 de AIDS. Dos 51 casos deste ano, 70% foram de pessoas do sexo masculino.

O CIDHA está localizado no Centro de Saúde III, na Orla, e atende de segunda a sexta (testagem pela manhã) por demanda espontânea. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) os testes são realizados de acordo com a rotina de cada UBS.

Texto: Thamires Santos – Ascom/Sesau/PMJ


Facebook Instagram Youtube