Secretaria de Saúde de Juazeiro alerta sobre principais sinais do câncer de boca

Início Secretaria de Saúde de Juazeiro alerta sobre principais sinais do câncer de boca

A estimativa, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca) é que o Brasil deve registrar 15 mil novos casos de câncer de boca até o final de 2022. O câncer de boca é um tumor maligno de grande incidência no país e que acomete mais a população masculina. A Secretaria de Saúde de Juazeiro (Sesau) faz um alerta para os principais sintomas da doença e também como realizar o diagnóstico precoce, evitando complicações.

O câncer de boca pode acometer lábios, gengiva, bochechas, céu da boca (palato), língua (principalmente as bordas) e assoalho da boca. A população deve ficar atenta àquelas feridas indolores que não cicatrizam por mais de 15 dias ou às manchas ou placas vermelhas ou esbranquiçadas na boca, caroços no pescoço, rouquidão persistente, dificuldade de mastigação, deglutição ou fala e assimetria facial. Os sangramentos sem causa conhecida também podem ser sintomas que precisam ser investigados.

Fatores de risco

O câncer de boca pode ser provocado pelo uso de cigarros, charutos e afins, consumo de álcool, vírus HPV, entre outros. Uma alimentação rica em gorduras e pobre em verduras, legumes e frutas também pode estar relacionada ao câncer de boca.

Diagnóstico

De acordo com a diretora de Saúde Bucal da Secretaria de Saúde de Juazeiro, Nadja Kayamar, todo dentista e médico estão aptos a realizar o exame clínico para detecção do câncer de boca. “A população pode buscar por um dentista ou médico na nossa rede municipal de saúde. É importante estar atento a qualquer indício da doença”, destacou a diretora de Saúde Bucal. Além do exame clínico, também é realizada a biópsia e, a depender do resultado, o paciente é encaminhado para tratamento.

Na primeira semana de novembro é celebrada a Semana Nacional de Prevenção do Câncer de Boca. A Prefeitura de Juazeiro está organizando ações preventivas junto às equipes das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), não apenas nesta semana, mas durante todo o mês para alertar para esta doença.

Texto: Amanda Franco – Ascom Sesau PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube