Secretaria de Educação de Juazeiro desenvolve plano de ação psicossocial pioneiro para escolas com foco no acolhimento emocional

Início Secretaria de Educação de Juazeiro desenvolve plano de ação psicossocial pioneiro para escolas com foco no acolhimento emocional


A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), iniciou um  plano de ação psicossocial para aplicação nas escolas municipais, com o tema “Regulação Emocional”. A iniciativa é pioneira no município, foi idealizada pelo setor de psicologia do Espaço Humanizar, vinculado à Seduc, e visa abordar temáticas voltadas para o acolhimento psicológico  dos alunos, trazendo a discussão sobre temáticas como ansiedade, automutilação, ideação suicida e etc.

A proposta surgiu a partir das demandas apresentadas pelas escolas para o setor especializado, e nesse primeiro momento, as palestras, que não possuem caráter pontual, estão sendo realizadas com alunos dos Anos Finais. A programação iniciou na Escola Municipal Dom Avelar Brandão Vilela, no bairro João Paulo II, onde já foram realizados três encontros com alunos matriculados no 9º ano e na Educação de Jovens e Adultos (EJA), o último, nesta quarta-feira (19).

A programação contou com conversas com os jovens e professores sobre como regular as emoções, destacando a naturalidade dos sentimentos (raiva, nojo, medo, etc) e informando sobre os mecanismos existentes para controle dessas emoções, como a técnica da respiração, por exemplo. “É do ser humano, nós nos emocionamos o tempo todo e existem mecanismos que podem nos ajudar a controlar essas emoções. Por exemplo, a forma que eu sinto a tristeza não é a mesma que outra pessoa, e o fato de eu sentir tristeza não é o fim do mundo, eu estou aprendendo a partir dos recursos que tenho a regular essas emoções”, explicou umas das psicólogas do Espaço Humanizar, Taciana Albuquerque.

Avaliação positiva

Jamile Andrade da Silva é aluna da Escola Municipal Dom Avelar Brandão Vilela e avaliou positivamente a palestra. “Eu aprendi a lidar com a ansiedade. Elas me perguntaram sobre como eu estava me sentindo hoje e falei sobre estresse, que só ri com a palestra delas. Aprendi também sobre a importância da respiração para acalmar a ansiedade”, explicou a aluna.

Já Brenda Vitória Rodrigues Coelho, que também é aluna da instituição, ressaltou a importância da iniciativa. “É muito importante porque nos ajuda a lidar com os problemas da vida, como a ansiedade. Aprendi que nem tudo que a gente pensa, realmente é o que é. Você tem que ter muita paciência para lidar com isso, respirar fundo e seguir em frente”, finalizou a estudante.

A ideia é que as palestras percorram as diversas instituições de ensino municipais da sede e interior, a partir de um cronograma organizado, pautado pela necessidade de cada escola.

Texto: Brena Souza – Ascom/Seduc/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube