SAAE leva informações sobre tratamento de água para estudantes de escola municipal de Juazeiro

Início SAAE leva informações sobre tratamento de água para estudantes de escola municipal de Juazeiro

Um grupo técnico do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) de Juazeiro esteve neste domingo (28) na Escola Municipal Mandacaru, no bairro Jardim Primavera. A equipe foi convidada para conversar com os alunos sobre o processo de tratamento de água do SAAE. Os técnicos levaram uma maquete da Estação de Tratamento de Água (ETA) que fica no bairro Santo Antônio e mostraram aos estudantes e à comunidade como a água que chega nas torneiras é tratada.

Tratamento de água no SAAE

Segundo a laboratorista Geisa Daiane, a captação da água é realizada no Rio São Francisco através de canalização e bombeamento para a Estação de Tratamento de Água, onde passa por 5 etapas para ser potável (própria para o consumo humano).

A primeira etapa é chamada de Floculação, e tem por objetivo clarificar a água. Nesse processo é adicionado o Sulfato de Alumínio, e com a ajuda de agitadores o produto químico é dissolvido na água formando flocos (matéria orgânica presente). Se necessário é adicionado o Óxido de Cálcio para a regulação do pH.  A Decantação é a segunda etapa, onde os flocos são separados da água por sedimentação. Após isso, passa para a terceira etapa, Filtração, onde a água passa por filtros e é retido todo o restante da matéria orgânica.

Depois acontece o processo de Desinfecção, que consiste na adição de Cloro Gás para garantir a inexistência de bactérias e microrganismos nocivos à saúde humana. E por último o processo de Fluoretação com adição de Flúor na prevenção da cárie dental, para crianças de até 14 anos.  Depois a água é armazenada em reservatórios e segue para a rede de distribuição, através de tubulações e bombeamento, para chegar às casas. Isso acontece de forma contínua, durante 24 horas, para atender as necessidades da população de Juazeiro.

“O monitoramento da água é realizado no laboratório, com análises físico-químicas e microbiológicas, durante todo o processo de produção e distribuição para atender a população com qualidade, atendendo os padrões determinados pela Portaria nº 888 de 04/05/2021 do Ministério da Saúde para o Consumo Humano”, conclui Geisa Daiane.

Também foram distribuídos aos alunos e à comunidade, panfletos educativos e orientação sobre o uso da água.

Texto: Welington Alves – Ascom/SAAE/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube