Projeto-piloto Minecraft Educacional é tema de formação para educadores de Juazeiro e evidencia o potencial dos jogos como recurso educativo

Início Projeto-piloto Minecraft Educacional é tema de formação para educadores de Juazeiro e evidencia o potencial dos jogos como recurso educativo

Estudar brincando e construir conhecimento a partir dos games. Essa é a proposta do jogo Minecraft Educacional, um recurso educativo e tecnológico inovador e que está sendo implementado de forma pioneira em Juazeiro, pelo Ministério da Educação (MEC). O projeto-piloto, atualmente desenvolvido na Escola Municipal Estação do Saber José Carlos Tanuri, foi tema de uma formação realizada nesta quinta-feira (18), no auditório da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc).

Participaram do momento formativo, técnicos da Seduc que atuam com Ensino e Formação, equipes gestora e pedagógica da Escola Municipal Estação do Saber José Carlos Tanuri, e da unidade de ensino Argemiro José, e remotamente, os representantes da Microsoft, Alexandre Ribeiro e Renata Ribeiro.

Na ocasião, o coordenador municipal do projeto, Alexsandro Vaz, explanou sobre a nova realidade da educação, que envolve a utilização de novas formas de ensinar e aprender, como o uso de jogos, que já estão presentes no cotidiano não apenas das crianças. Ainda no momento formativo, também foi apresentado o projeto piloto que, por meio do jogo virtual, propõe desafios dentro dos objetivos de aprendizagem das disciplinas em que é utilizado, aliando o entretenimento à construção do conhecimento nas crianças.

Para o coordenador, a iniciativa traz diversos benefícios para a aprendizagem, entre eles, o engajamento. “O Minecraft é uma plataforma imersiva em que todos os conhecimentos possíveis podem ser adaptados para as aulas. O principal benefício que ele traz é o engajamento. O Minecraft é uma ferramenta que as crianças já fazem uso, brincam nessa plataforma, porém, de forma planejada, pode conter aulas e conhecimentos que vão gerar na criança o engajamento para o aprendizado e se obter a tão sonhada aprendizagem significativa”, explicou Alexsandro.

Minecraft na escola

Professora da Escola Municipal Estação do Saber José Carlos Tanuri, Itamara Costa vivenciou a experiência juntamente com os alunos do 2º ano B. Ela destacou aspectos observados em sala de aula com o uso do game educativo. “Pude perceber a cooperação entre os alunos, pois lá formamos duplas entre crianças com mais habilidade com as que possuem menos. No jogo em si, o uso do teclado, que é algo que eles não têm acesso devido ao uso do jogo no celular, evidencia o desenvolvimento na digitação das letras, na direção (direita e esquerda), na produção textual, na segmentação de palavras. Com a nossa intervenção eu já pude perceber um grande avanço”, explicou a educadora, que também salientou o desejo dos estudantes em continuar utilizando a metodologia.

A previsão é que o projeto-piloto seja implementado também nas escolas municipais Argemiro José e Joca de Souza Oliveira.

Texto: Brena Souza – Ascom/Seduc/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube