Profissional da rede municipal de ensino de Juazeiro ocupará cadeira na Academia Brasileira de Contadores de Histórias no próximo dia 26

Início Profissional da rede municipal de ensino de Juazeiro ocupará cadeira na Academia Brasileira de Contadores de Histórias no próximo dia 26

Contador de histórias há 10 anos, o assessor de Formação da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc) de Juazeiro, Willian Fernando Soares, ocupará uma cadeira na Academia Brasileira de Contadores de Histórias (ABCH) como patrono. A cerimônia acontecerá no dia 26 de março, na cidade de São Paulo, e será transmitida pela plataforma Zoom.

“Contar história é criar laços, compartilhar e humanizar, pois, a palavra é como um abraço”, expõe Willian, que é graduado em Letras / Língua Portuguesa e Inglesa e pós-graduando na arte de contar histórias.

O professor Willian começou sua trajetória como formador ao criar um grupo de contadores de histórias em Juazeiro e com 15 produções narrativas, buscou espaços nas escolas públicas municipais, unindo arte, educação e cultura e criando uma identidade singular que compõe suas produções.

Representatividade

Em 2022, o formador estará representando o Nordeste na ABCH, sempre carregando nos seus contos, a identidade regional e a preservação da memória do Vale do São Francisco ao levar a história de Juazeiro para todo o Brasil.

“A partir da posse eu me tornarei, de certa forma, eterno na história dos contadores de história, pois irei ocupar uma cadeira representando todo o Nordeste, levando e contribuindo com a tradição oral de Juazeiro para todo o Brasil”, expõe Willian.

Ao buscar a preservação da literatura e da regionalidade, atualmente o profissional ministra a formação de leitura e arte para os professores da rede, além da participação nos eventos da rede de educação. “Se você acredita em algo, é importante estudar e se aprimorar naquilo para você conseguir alcançar o que almeja. É preciso encontrar alternativas diante das dificuldades que encontrará, não deixando de acreditar no seu trabalho social”, aconselha o contador de histórias.

Valorizando e reconhecendo a importância da arte na educação municipal, a Seduc apoia o formador na cerimônia de posse, auxiliando nos custos de passagem e hospedagem.
—-

Texto: Gabriela Caboclo – Estagiária Ascom PMJ
Supervisão: Ascom PMJ

Foto: Marcel Cordeiro/PMJ

Compartilhar