Profissionais da rede de saúde de Juazeiro são treinados sobre a Monkeypox

Início Profissionais da rede de saúde de Juazeiro são treinados sobre a Monkeypox


Os profissionais da rede de saúde do município de Juazeiro participaram nesta segunda-feira (22) de um treinamento sobre a Monkeypox. Os médicos, enfermeiros e dentistas da Atenção Básica e também os profissionais da rede Especializada do município puderam tirar dúvidas sobre a doença, entender mais sobre as principais características, formas de transmissão e fluxo de atendimento e testagem de casos suspeitos.

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde de Juazeiro, Caroline Moraes, os profissionais estão conhecendo, principalmente, as questões clínicas da doença, como os sinais e sintomas e as condutas que os profissionais devem fazer quando chegar o paciente com suspeita da doença e o monitoramento. “A gente convidou os profissionais assistenciais para estarem alinhados para que o paciente seja atendido da melhor forma possível, não esperando um tempo muito longo para conseguir um atendimento. Mas a gente precisa coletar o exame e ele vai para fora. Então, este é o tempo que a gente tem como realidade”, destacou a superintendente.

O treinamento com as equipes, promovido pela Secretaria de Saúde (Sesau), foi ministrado pelo infectologista do Centro de Informação em DST/Aids / Juazeiro (Cidha), Washington Luis Dantas.

O médico da UBS de Lagoa do Salitre, Odacir Borborema Nogara, participou do treinamento e ressaltou que as informações repassadas ajudam a esclarecer muitas situações do seu cotidiano. “Essa quantidade de informações e fotografias nos proporcionou principalmente a questão da ordem cronológica da lesão e como na Atenção Básica temos a oportunidade de ver novamente o paciente, podemos acompanhar a evolução das feridas e refletir se estamos diante de um caso de Monkeypox e ter o cuidado principalmente na questão do isolamento para tentar quebrar a cadeia de transmissão”, destacou o médico.

Texto: Amanda Franco – Ascom Sesau PMJ

Fotos: Luan Medrado/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube