Prefeitura de Juazeiro aplica 5ª dose da vacina contra Covid-19 em pessoas com comorbidades ou imunossuprimidas

Início Prefeitura de Juazeiro aplica 5ª dose da vacina contra Covid-19 em pessoas com comorbidades ou imunossuprimidas

Prefeitura de Juazeiro aplica 5ª dose da vacina contra Covid-19 em pessoas com comorbidades ou imunossuprimidas

Autor: Comunicação

Prefeitura de Juazeiro aplica 5ª dose da vacina contra Covid-19 em pessoas com comorbidades ou imunossuprimidas

Pessoas com comorbidades ou imunossuprimidas com idade a partir dos 18 anos incluindo gestantes e puérperas, já podem tomar a 5ª dose da vacina contra a Covid-19. A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde (Sesau), vem seguindo as recomendações do Governo do Estado da Bahia que determinou o público-alvo desta nova etapa de […]

25/12/2022 11h17 Atualizado há 2 meses atrás

Pessoas com comorbidades ou imunossuprimidas com idade a partir dos 18 anos incluindo gestantes e puérperas, já podem tomar a 5ª dose da vacina contra a Covid-19. A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde (Sesau), vem seguindo as recomendações do Governo do Estado da Bahia que determinou o público-alvo desta nova etapa de vacinação.

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde da Sesau, Caroline Moraes, é importante manter o esquema vacinal em dia para conter o avanço do coronavírus. “É preciso que as pessoas imunocomprometidas fiquem atentas a mais esta dose. A vacina melhora a imunidade das pessoas e manter o esquema vacinal em dia é fundamental diante do cenário atual da Covid-19″, disse.

Para vacinar, é preciso procurar uma das Unidades Básicas de Saúde (UBS) que vacinam contra a Covid-19 com RG, CPF ou Cartão SUS, o cartão de vacina e a cópia do laudo médico comprovando a doença. Para tomar a vacina, é preciso ter intervalo de 4 meses em relação à dose anterior. A lista de UBS que vacinam contra a Covid-19 está disponível no site da prefeitura: juazeiro.ba.gov.br.

São consideradas do grupo de comorbidades pessoas com diabetes, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, cor-pulmonale e hipertensão pulmonar, doença da aorta, dos grandes vasos e fístula arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas no adulto, prótese valvares e dispositivos cardíacos implantados, doenças cerebrovascular doença renal crônica, hemoglobinopatias, obesidade mórbida, Síndrome de Down, imunossuprimidos e cirrose hepática.

Texto: Marcela Cavalcanti – Ascom/Ssau/PMJ

Facebook Instagram Youtube