’Julho Amarelo’ reforça prevenção das hepatites virais em Juazeiro

Início ’Julho Amarelo’ reforça prevenção das hepatites virais em Juazeiro

’Julho Amarelo’ reforça prevenção das hepatites virais em Juazeiro

Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária - ADEAPAutarquia Municipal de Abastecimento - AMACasa dos ConselhosChefia de GabineteCompanhia de Segurança, Trânsito e Transporte - CSTTInstituto de Previdência de Juazeiro - IPJSecretaria de Administração - SEADSecretaria de Comunicação - SECOMSecretaria de Cultura, Turismo e Esportes - SECULTESecretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e DiversidadeSecretaria de Educação e Juventude - SEDUCSecretaria de Finanças - SEFINSecretaria de Gestão de Pessoas - SEGESPSecretaria de GovernoSecretaria de Meio Ambiente e Ordenamento UrbanoSecretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano - SEDURSecretaria de SaúdeSecretaria de Serviços PúblicosServiço de Água e Saneamento Ambiental - SAAE

Autor: Comunicação

’Julho Amarelo’ reforça prevenção das hepatites virais em Juazeiro

O dia 28 de julho é celebrado como “O Dia D” da Luta Mundial contra as Hepatites Virais, por isso, este mês a Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde, lança a campanha ‘Julho Amarelo’, que visa reforçar as ações de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento das hepatites virais. As hepatites virais são classificadas […]

04/07/2022 8h28 Atualizado há 5 meses atrás

O dia 28 de julho é celebrado como “O Dia D” da Luta Mundial contra as Hepatites Virais, por isso, este mês a Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde, lança a campanha ‘Julho Amarelo’, que visa reforçar as ações de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento das hepatites virais.

As hepatites virais são classificadas em cinco principais tipos: A, B, C, D e E. No Brasil, as infecções mais comuns são as do tipo A, B e C. A doença pode ser causada por vírus, doenças autoimunes, doenças metabólicas, genéticas, uso de alguns medicamentos, álcool ou drogas que causam uma inflamação no fígado. “Nem sempre a doença irá apresentar sintomas, por isso, a importância de fazer testes. Nas Hepatites agudas, que podem se manifestar como cansaço, febre, mal-estar, vômitos, enjoo, urina escura, dor abdominal, tontura ou a pele e olhos amarelados, é que o diagnóstico é mais fácil. Nos demais casos, tipo hepatite B e C crônica, a doença é silenciosa. Daí a importância das campanhas de testagem em massa, principalmente das pessoas acima dos 50 anos”, destaca o médico infectologista, Rodrigo Videres.

Segundo dados do Centro de Informação IST/HIV/Aids e Hepatites Virais, em 2021, Juazeiro registrou 19 casos de infecções de hepatites do tipo B e 15 casos do tipo C da doença. De janeiro a junho deste ano, o município contabiliza 2 casos do tipo B e 3 do tipo C.

Vacinação

Os tipos A e B possuem vacinas, que “Já são inclusas no esquema vacinal desde a infância, já para o tipo C, não existe vacina”, explica Rodrigo Videres.

Testes

O município disponibiliza para a população testes rápidos e gratuitos, que podem ser realizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município ou no CIDHA, que funciona se segunda a sexta-feira, ao lado do Centro de Saúde III, no bairro Angary.

Texto: Ângela Monteclaro – Ascom Sesau PMJ


Facebook Instagram Youtube