‘Janeiro Roxo’: Prefeitura de Juazeiro realiza atendimentos para prevenção e diagnósticos da hanseníase

Início Home ‘Janeiro Roxo’: Prefeitura de Juazeiro realiza atendimentos para prevenção e diagnósticos da hanseníase

A Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), realizará na próxima terça-feira (25), uma ação em alusão ao ‘Janeiro Roxo’, mês dedicado a conscientização e combate à hanseníase. A finalidade é chamar a atenção sobre a doença e esclarecer à população a respeito do diagnóstico precoce, sintomas, prevenção e tratamento.

“O objetivo principal é fazer a busca ativa desses pacientes de casos suspeitos para detecção de novos casos da hanseníase na população, principalmente de forma precoce, porque Juazeiro é uma região hiperendêmica. Então, essas ações são importantes para interromper a cadeia de transmissão e trazer ainda mais oportunidade para as pessoas realizarem esse diagnóstico”, frisou Paula Teles, coordenadora de Vigilância Epidemiológica de Juazeiro.

A ação acontecerá em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município e a equipe do Centro de Referência em Hanseníase estará iniciando os atendimentos na UBS Argemiro. Durante a ação haverá serviços como triagem e avaliação dos pacientes. Os atendimentos serão abertos para o público. No dia, é preciso levar RG, CPF ou cartão SUS.

Programação

A programação segue durante o mês de fevereiro e março em algumas UBSs. No dia 08/02, terá ação sobre ‘Janeiro Roxo’ na UBS Itaberaba. No dia 22/02 será na UBS Antônio Guilhermino. Dia 08/03, será na UBS Jardim Vitória e no dia 22/03 na UBS São Geraldo. Os atendimentos acontecerão das 08h30 às 11h30 e a população deve levar RG, CPF ou cartão SUS. Serão ofertados serviços de triagem e avaliação dos pacientes com o médico do Centro de Referência em Hanseníase e o médico das referidas UBSs.

Dados

O último boletim epidemiológico sobre hanseníase mostra que, em 2019 foram notificados em Juazeiro 107 casos, o que equivale a um coeficiente de incidência de 62,79/100.000 habitantes. Em 2020, 81 casos, com coeficiente equivalente a 39,87. Em 2021, até dezembro, foram 99 notificações da doença, com coeficiente de incidência de 45,09 até o momento. O cálculo de coeficiente de incidência é feito no mês de abril de cada ano.

Texto: Aucilania Soares – Ascom/Sesau/PMJ

Compartilhar