“Hora de comer”: projeto leva orientações sobre alimentação saudável para escolas da rede municipal de Juazeiro

Início “Hora de comer”: projeto leva orientações sobre alimentação saudável para escolas da rede municipal de Juazeiro

A alimentação saudável também é tema de discussão nas escolas da rede municipal de ensino de Juazeiro. O projeto “Hora de comer”, programação que integra a Semana do Bebê 2022, é desenvolvido nas escolas pelas nutricionistas da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), e tem o objetivo de conscientizar os pais e responsáveis sobre a importância de uma alimentação saudável.

Na Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Anna Hilda Leite Faria, localizada no bairro Alto da Maravilha, nesta quarta-feira (11), os pais das crianças que estudam na unidade de ensino participaram de uma mesa redonda sobre reeducação alimentar. Na ocasião, foram destacados pelas nutricionistas da Seduc, a importância de uma alimentação saudável desde a gestação, para evitar a obesidade infantil e gestacional, bem como do aleitamento materno até os 6 meses de idade do bebê. A necessidade de evitar alimentos processados, os parâmetros seguidos para elaboração do cardápio da alimentação escolar e a forma como a alimentação dos pais interfere nos hábitos alimentares das crianças, também foram pontos apresentados na mesa redonda.

Os pais participaram fazendo perguntas, observações e relatos de experiência com seus filhos. Eliana Rodrigues de Carvalho é mãe da pequena Maria Vitória, que estuda na Emei. Ela informou que a criança desenvolveu alguns hábitos saudáveis a partir da escola, como o consumo de alface, e também destacou que busca manter uma alimentação saudável na rotina da criança. “Eu tenho cuidado com a alimentação dela. Não toma refrigerante, porque a gente nunca deu, só toma suco natural, e gosta muito de frutas. No dia a dia eu já tenho esse cuidado, me preocupo com a saúde dela. Acho muito importante que a escola promova esses momentos”, explicou a mãe.

Já Lídia Marques Vieira Neto, que é mãe do aluno Bernardo Marques, destacou a importância da família no acompanhamento da rotina dos filhos, inclusive, alimentar. “A gente percebe a importância da mãe estar sempre presente na vida do filho, não apenas colocar a escola como responsável em certos assuntos. Meu filho tem uma alimentação saudável, gosta muito de frutas e tem as horas certas de comer”, explicou Lídia.

Teoria e prática

Durante a realização do projeto “Hora de comer”, os alunos também praticaram a alimentação saudável montando um sanduíche natural, com auxílio dos professores e nutricionistas. “Atividades como essa são importantes por conscientizarem sobre a necessidade de manter uma alimentação saudável na infância, porque trará benefícios futuros. São ações que refletem a longo prazo”, finalizou a nutricionista da Seduc, Ana Paula Barros.

Texto: Brena Souza – Ascom/Seduc/PMJ

Fotos: Pedro Angelo/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube