Combate ao Trabalho Infantil é tema de palestras em escolas municipais de Juazeiro

Início Combate ao Trabalho Infantil é tema de palestras em escolas municipais de Juazeiro

A Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), realizou na manhã desta quarta-feira (08), mais uma ação da programação da Campanha 12 de Junho, referente ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. A iniciativa faz parte do projeto MPT na Escola 2022 – “A Escola no Combate ao Trabalho Infantil”, que tem como objetivo levar essa temática para a sociedade e promover o combate a esta prática através de atividades promovidas no espaço escolar.

Na ocasião, alunos do 6º ano da Escola Estadual Dom Avelar Brandão Vilela, localizada no Bairro João Paulo II, participaram de uma palestra sobre erradicação do trabalho infantil, ministrada por Luan Barros, assistente social do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), e Aparecida Vieira, coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

De acordo com Yândra Mattos, gestora do Colégio Dom Avelar, a ideia é promover estratégias de conscientização acerca do combate ao trabalho infantil. “A gente almeja estender a conscientização sobre o combate ao trabalho infantil a toda comunidade escolar, desenvolvendo atividades que aprimorem as habilidades adquiridas nas diversas áreas do conhecimento, explorando o protagonismo juvenil e assim, criar possibilidades reais da permanência de nossos alunos no espaço escolar, além de oferecer um encaminhamento que resguarde a infância de nossas crianças de qualquer forma de exploração”, contou.

A coordenadora do PETI, Aparecida Vieira, falou sobre a importância da campanha. “É indispensável que a comunidade tenha conhecimento que o simples ato de comprar uma bala de uma criança no semáforo, contribui diretamente para a perpetuação do trabalho infantil, considerada uma prática irregular, que priva meninos e meninas de frequentar a escola, trazendo prejuízos e perigos a sua vida”, afirmou.

Yasmim Campos, estudante da Escola Municipal Dom Avelar, expressou sua satisfação em participar da iniciativa. “Eu estou muito feliz em participar das atividades do projeto. A gente consegue aprender sobre a importância de estar na escola e de não ir para as ruas trabalhar. Lugar de criança é na sala de aula, estudando e brincando”, falou Yasmim.

Outras escolas da rede

Esta semana, no total, três escolas participaram das ações e debates que abordaram assuntos relacionados ao trabalho infantil. Além da Escola Dom Avelar, nesta segunda-feira (06), a Escola Paulo VI contou com palestra de tema: “Proteção ao adolescente trabalhador”. Na tarde desta quarta-feira (08), a Escola Municipal Santo Antônio, localizada no Projeto Curaça NH-3, zona rural, bairro distrito de Itamotinga, discutiu a “Erradicação do trabalho infantil e proteção ao adolescente trabalhador”. As ações de conscientização acerca das consequências e erradicação do Trabalho Infantil seguirão acontecendo no município.

Texto: Camila Santana – Estagiária da Seduc

sob supervisão da Ascom/PMJ

Fotos: Luan Medrado/PMJ

Compartilhar