Bloqueio nas rodovias pelo país ainda não causa impactos na comercialização do Mercado do Produtor de Juazeiro

Início Bloqueio nas rodovias pelo país ainda não causa impactos na comercialização do Mercado do Produtor de Juazeiro

Bloqueio nas rodovias pelo país ainda não causa impactos na comercialização do Mercado do Produtor de Juazeiro

Autor: Comunicação

Bloqueio nas rodovias pelo país ainda não causa impactos na comercialização do Mercado do Produtor de Juazeiro

A comercialização no Mercado do Produtor de Juazeiro segue sem alteração, apesar da expectativa de que os bloqueios das rodovias promovidos pelos caminhoneiros em várias regiões do país devem causar desabastecimento e prejuízos aos comerciantes. O único registro foi de atraso na entrega de mercadorias por causa de um bloqueio de uma estrada na região […]

01/11/2022 14h19 Atualizado há 1 mês atrás


A comercialização no Mercado do Produtor de Juazeiro segue sem alteração, apesar da expectativa de que os bloqueios das rodovias promovidos pelos caminhoneiros em várias regiões do país devem causar desabastecimento e prejuízos aos comerciantes.

O único registro foi de atraso na entrega de mercadorias por causa de um bloqueio de uma estrada na região de Jacobina (BA) durante a noite, mas que foi liberada ainda na madrugada pela Policia Rodoviária  Federal (PRF).

Tudo normal também na cotação de hoje dos produtos comercializados no Mercado do Produtor de Juazeiro, a única grande variação ocorreu no preço da batatinha que subiu 15 reais no preço da saca de 50 kg, em relação à cotação de ontem, mas segundo o comerciante do produto, José Lima, o aumento do se deu por outras causas, de natureza climática ou operacional. “Não houve impacto nem no preço nem no estoque. Nós tivemos apenas alteração na rotina devido o atraso de alguns caminhões, mas isso só vai fazer a gente fechar um pouco mais tarde”, declarou o comerciante.

O diretor presidente da Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), Carlos Neiva confirma a normalidade  na rotina do Mercado do Produtor, mas revela preocupação com a duração dos protestos. “Até o presente momento não há impactos negativos aqui no Mercado do Produtor, mas nós sabemos que se os protestos se prolongarem,  vamos ter problemas não só aqui, mas também na região, na Bahia e no Brasil” afirmou.

Texto: Rinaldo Lima – Ascom/AMA/PMJ


Facebook Instagram Youtube