‘Venit Pluvia’ é a vencedora do Festival Edésio Santos da Canção 2022

Início ‘Venit Pluvia’ é a vencedora do Festival Edésio Santos da Canção 2022

‘Venit Pluvia’ é a vencedora do Festival Edésio Santos da Canção 2022

Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes - SECULTE

Autor: Comunicação

‘Venit Pluvia’ é a vencedora do Festival Edésio Santos da Canção 2022

A canção ‘Venit Pluvia ’, de Eugênio Cruz, de Petrolina (PE), foi a grande vencedora da 24ª edição do ‘Festival Edésio Santos da Canção’. O segundo lugar ficou com ‘Um Dedo de Prosa’, de Wilson Duarte, e o terceiro lugar, Onda Viva, de Ulisses Abílio. O evento, realizado pela Prefeitura de Juazeiro, reuniu cerca de […]

18/12/2022 10h18 Atualizado há 2 meses atrás

A canção ‘Venit Pluvia ’, de Eugênio Cruz, de Petrolina (PE), foi a grande vencedora da 24ª edição do ‘Festival Edésio Santos da Canção’. O segundo lugar ficou com ‘Um Dedo de Prosa’, de Wilson Duarte, e o terceiro lugar, Onda Viva, de Ulisses Abílio. O evento, realizado pela Prefeitura de Juazeiro, reuniu cerca de 3 mil pessoas na Orla II da cidade neste sábado (17).

Na categoria Júri Popular, a canção ‘Prenda’ de João Energia, foi a vencedora; na categoria música local, quem levou o prêmio foi a música Águas doce de Ilusão, de Bárbara Pontes e Renato Augusto. A melhor intérprete foi Nega Dell, com a música ‘Não pensou em mim’, de Valdelice Lucena.

Alegria e orgulho

Os ganhadores comemoraram, junto ao público, as vitórias de suas canções. “Ser da terra de João Gilberto, Galvão, Manuca e João Sereno e subir nesse palco pra ganhar a melhor música local, é uma honra muito grande pra mim e pra meu parceiro Renato Augusto”, emocionou-se Bárbara Pontes.

Surpreso, o ganhador do 3° lugar, Ulisses Abílio, destacou a alegria de receber o prêmio junto da intérprete Bianca Cordeiro. “É nossa primeira vez no Festival e a gente não esperava que fôssemos classificados, ratão estamos felizes, surpresos e gratos. E é isso, viva a arte local, viva os artistas independentes locais e essa nova turma boa que está ganhando espaço”, enalteceu a dupla.

De Petrolândia (PE), Nega Dell, melhor intérprete, agradeceu às suas raízes musicais o prêmio. “Venho de uma família de músicos, então, quero agradecer às minhas raízes, essa é uma grande conquista”, celebrou.

Reconhecimento

O Secretário de Cultura, Turismo e Esportes, Sérgio Fernandes, entregou o prêmio para o grande vencedor da noite, Eugênio Cruz. “Estamos muito honrados, o Festival foi um verdadeiro sucesso e, cada vez mais, recebemos concorrentes de alto nível”, parabenizou o gestor da Seculte.

A noite de premiação do Festival ainda contou com a presença de diversas autoridades, como o secretário de Administração, Wendell Batista, o secretário de finanças, Gilson Dantas e do superintendente de Cultura e Turismo, Junior Mota.

O chefe de gabinete, Allan Jones, representou a prefeita Suzana Ramos e destacou o lugar cultural que Juazeiro ocupa no Brasil e no mundo. “Juazeiro é um celeiro de cultura, uma cidade que vive a cultura a céu aberto, onde foi colocado, no Festival Edésio Santos, como tema, ‘O mundo canta Juazeiro’, não tenho dúvida que Juazeiro também canta e encanta o mundo, por onde a gente chega, somos identificados pela nossa história cultural, seja com Ivete Sangalo, seja com Galvão, seja com João Gilberto, seja como o próprio Edésio Santos, que foi intitulado professor de João Gilberto, enfim. Em nome da prefeita Suzana Ramos, a gente agradece à população juazeirense por prestigiar o brilhantismo dessa festa”, salientou Allan.

Texto: Karem Moraes – Ascom/PMJ

Fotos: João Pedro Soares/PMJ


Facebook Instagram Youtube