Servidores da Prefeitura de Juazeiro iniciam abril com salário 11% maior e retroativo de janeiro e fevereiro em cota única

Início Servidores da Prefeitura de Juazeiro iniciam abril com salário 11% maior e retroativo de janeiro e fevereiro em cota única

Os servidores efetivos, aposentados e pensionistas da Prefeitura de Juazeiro iniciaram o mês de abril com o recebimento do maior aumento salarial da história do município de 11%, além do pagamento retroativo dos meses de janeiro e fevereiro. A medida foi implantada de forma inédita pela Gestão Municipal e garante mais valorização para o funcionalismo público municipal.

Há quase 20 anos no serviço público municipal, Clementina Joana Soares, comemorou a valorização. “Um aumento inédito e maravilhoso. A gente nunca teve, realmente, um reajuste significativo desse jeito. Quando tinha, e pagavam o retroativo, era dividido em algumas vezes e nunca recebia completinho de vez. eu gostei do resultado e da valorização dos servidores”, pontuou

Já a servidora Jussara Barbosa, que está na prefeitura desde 2002, lembrou que os salários estão sendo pagos em dia. “Até o último dia de cada mês os funcionários recebem em dia. É uma valorização para a gente que é funcionário, e é tão bom ter aquela certeza que, na data determinada, nosso salário vai estar na conta. Agora com esses 11% e o retroativo está sendo uma maravilha. A valorização está ótima e a gente trabalha até mais empolgada”, destacou.

Mais benefícios

A atual Gestão Municipal concedeu 4,52% de reajuste no ano passado e mais 11% este ano. Além disso, será concedido entre 1,5% até 3% das progressões, duas vezes este ano. Será uma média de 20% de reajuste até o fim de 2022. O benefício concedido será destinado a todos os servidores aptos a receberem.

Maior aumento da história

A atual Gestão Municipal faz história e concede a maior valorização através da revisão e reajuste geral nos proventos e carreiras dos servidores públicos municipais. Conforme histórico: em 2014 foram 3%; 2015: 6,41%; 2017: 6,30; 2018: 3%; 2019: 3,79%; 2020: 4,49%; 2021: 4,52%; e 2022 com 11%.

Texto: Eudes Sampaio – Ascom/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube