Prefeitura realiza inspeção prévia em instalações do primeiro entreposto de carne em Juazeiro

Início Prefeitura realiza inspeção prévia em instalações do primeiro entreposto de carne em Juazeiro

Prefeitura realiza inspeção prévia em instalações do primeiro entreposto de carne em Juazeiro

Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária - ADEAP

Autor: Comunicação

Prefeitura realiza inspeção prévia em instalações do primeiro entreposto de carne em Juazeiro

A prefeitura de Juazeiro, por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP), realizou inspeção prévia para análise de estrutura e concessão do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), para a instalação do primeiro entreposto de carne da região. Juazeiro, que possui dois selos SIM – com entreposto de ovos em Massaroca e uma […]

28/05/2021 8h52 Atualizado há 2 anos atrás

A prefeitura de Juazeiro, por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP), realizou inspeção prévia para análise de estrutura e concessão do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), para a instalação do primeiro entreposto de carne da região. Juazeiro, que possui dois selos SIM – com entreposto de ovos em Massaroca e uma queijaria em Cacimba do Silva, agora busca pelo terceiro.

A visita ao Centro contou com as presenças da equipe técnica de atendimento do SIM, dos veterinários José Eduardo Guimarães, da Cooperativa da Agropecuária Familiar de Juazeiro e Região (Cooafjur), Thiago dos Santos Cruz, coordenador administrativo do Centro Público de Economia Solidária Sertão do São Francisco (CESOL) e Romário Alves Meira, engenheiro agrônomo e gestor da Cooafjur. A sala montada é de responsabilidade da cooperativa, e irá operar dentro de um edital. A estrutura está localizada na sede do CESOL, no bairro Centenário.

Estrutura

A sala em que irá funcionar o entreposto já está construída, necessitando apenas de algumas adaptações, a exemplo de barreira sanitária, isolamento da área externa, vestiários e salas de corte. Entretanto, de acordo com Thiago, a ideia é de que no local funcione apenas o frigorífico, pois a carne já virá abatida e devidamente certificada do abatedouro de Remanso-BA, com cortes específicos.

“Por enquanto, aqui na sede do CESOL, a gente quer apenas trabalhar com o beneficiamento dessas carnes. Os embutidos serão de caprino e ovino, certificados com o abatedouro de Remanso, mas já estamos querendo deixar tudo pronto, para num futuro não muito distante, fazermos tudo por aqui”, explica Thiago.

Segundo Rodrigo Sá, veterinário da ADEAP e coordenador do SIM, por se tratar de uma área residencial, a equipe técnica de atendimento analisou questões como acesso independente, fontes de água e energia, direcionamento do sol, não tendo sido constatadas irregularidades. Ainda, segundo ele, as adequações não são fatores impeditivos, e sim, cumprimento das etapas para colocação do SIM.

Para o titular da ADEAP, Carlos Neiva, o trabalho da secretaria é criar viabilidade para o negócio das pessoas.

“Para a gestão Suzana Ramos, caprinocultura e ovinocultura são prioridades. Ficamos felizes com a chegada de vocês, ainda mais que estão trazendo a matéria-prima e o abatedouro. Não vamos abrir mão do técnico, mas sempre pensar no que pode ser feito para ajudar, e colocar pra rodar. Estamos à disposição”, finaliza Neiva.

Texto: Milena Pacheco – Ascom/ADEAP/PMJ


Facebook Instagram Youtube