Prefeitura de Juazeiro retoma tradicional ‘Liga 1º de Maio’ e movimenta cenário esportivo

Início Prefeitura de Juazeiro retoma tradicional ‘Liga 1º de Maio’ e movimenta cenário esportivo

O domingo (01) foi de festa no bairro Santo Antônio, em Juazeiro, e não foi apenas pelo feriado do Dia do Trabalhador. A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (Seculte), retomou a tradicional ‘Liga 1º de Maio’. Suspenso durante anos, o evento esportivo, que já revelou talentos do futebol juazeirense, é uma homenagem ao Dia do Trabalhador.

O superintendente de Esportes, Joacir Oliveira, falou sobre o retorno da competição que aconteceu no Campo 1° de Maio. “A Liga 1º de Maio é um patrimônio do esporte de Juazeiro. Infelizmente deixou de ser realizada por alguns anos, mas agora, a pedido da prefeita Suzana Ramos, estamos retomando esse grande evento que mobiliza a comunidade esportiva juazeirense”, ressaltou o superintendente, agradecendo a parceria com o professor Raimundo Nonato, organizador da Liga, dos vereadores e do público presente no evento.

Neste domingo, participaram da competição as equipes Piranga, Força Jovem, Santo Antônio, Residencial Praia do Rodeadouro, 1º de Maio, Fluminense, Juventude e Inferninho. O grande vencedor do torneio foi o dono da casa, o time Santo Antônio. “A 1° de Maio é uma liga que tem história em Juazeiro. Depois de tanto tempo sem ser realizada, por causa dessa pandemia, nós voltamos campeões e agora é hora de comemorar”, frisou Ítalo Rodrigo Medeiros, jogador do Santo Antônio e autor do gol da vitória.

Os times foram premiados com troféus, medalhas e uniformes para os jogadores. Cada troféu recebeu o nome de uma personalidade do bairro. O campeão, Santo Antônio, recebeu o troféu ‘José Carlos dos Santos’ (Dedezinho), o vice-campeão, Inferninho (Alagadiço), recebeu o ‘troféu José Rodrigues da Costa’ (Jerry), o troféu de artilheiro ‘Francisco Alisson de Souza Pereira’ (Alisson), ficou com o craque do Santo Antônio, Ítalo Rodrigo Medeiros, e o troféu de melhor goleiro Francisco Pereira de Souza (Chiquito), também foi para o time do Santo Antônio, Rafael Santos.


Texto: Eneida Trindade – Ascom/Seculte/PMJ
Fotos: Luan Medrado/PMJ

Compartilhar