Prefeitura de Juazeiro mantém assistência social às famílias desabrigadas em decorrência da cheia do rio São Francisco

Início Home Prefeitura de Juazeiro mantém assistência social às famílias desabrigadas em decorrência da cheia do rio São Francisco

Caiu de 13 para 6 o número de famílias abrigadas na Escola de Tempo Integral Paulo VI, em Juazeiro. O local foi disponibilizado pela Prefeitura Municipal para acolher as famílias afetadas pela cheia do rio São Francisco e das chuvas que caíram na cidade no mês de janeiro. A ação é coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes) e pela Secretaria de Educação e Juventude (Seduc).

Com o recuo das águas no bairro Sol Levante, que sofreu com alagamentos durante as chuvas, algumas famílias optaram por retornar às suas residências. “Com a redução do risco de alagamentos nessa área, as famílias sentiram a necessidade de voltar para suas casas e nós prestamos toda a assistência necessária para esse retorno em segurança, e continuamos assistindo aquelas famílias que ainda precisam do nosso apoio”, relata o titular da Sedes, Teobaldo Pedro.

Assistência

Desde o início de janeiro, com o anúncio do aumento da vazão da Barragem de Sobradinho, a Prefeitura de Juazeiro criou uma força-tarefa com o objetivo de atenuar o impacto da cheia do rio São Francisco para as famílias ribeirinhas. Os moradores foram retirados das suas residências em áreas de risco e acolhidos na Escola de Tempo Integral Paulo VI.

Cada família está abrigada em uma sala e conta com colchões, travesseiros, cobertores, seis refeições diárias, material de limpeza e higiene, e com o apoio de uma equipe composta por assistentes sociais, profissionais de saúde, merendeira e auxiliar de serviços gerais. O espaço também segue todos os protocolos sanitários contra a Covid-19 e passa por desinfecção diária.

Na área externa, a Guarda Municipal e a Polícia Militar, com o apoio de outros órgãos, estão garantindo a segurança do local.

Ascom/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube