Prefeitura de Juazeiro legaliza propriedades através do Programa Terra Brasil beneficiando mais de 160 famílias

Início Prefeitura de Juazeiro legaliza propriedades através do Programa Terra Brasil beneficiando mais de 160 famílias

Prefeitura de Juazeiro legaliza propriedades através do Programa Terra Brasil beneficiando mais de 160 famílias

Autor: Comunicação

Prefeitura de Juazeiro legaliza propriedades através do Programa Terra Brasil beneficiando mais de 160 famílias

A Prefeitura de Juazeiro, por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP), viabilizou a legalização de oito propriedades – o total de 548 hectares, através do Programa Terra Brasil, beneficiando mais de 160 famílias juazeirenses. Para o secretário Carlos Neiva, a gestão Suzana Ramos segue cumprindo com o seu papel com a […]

19/11/2021 20h19 Atualizado há 1 ano atrás

A Prefeitura de Juazeiro, por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP), viabilizou a legalização de oito propriedades – o total de 548 hectares, através do Programa Terra Brasil, beneficiando mais de 160 famílias juazeirenses.

Para o secretário Carlos Neiva, a gestão Suzana Ramos segue cumprindo com o seu papel com a agricultura e pequenos produtores.

“Falar da importância da agricultura para a atual gestão é redundante. Estamos sempre buscando maneiras de fomentar a agricultura e a aquisição dessas terras por meio do Terra Brasil, de maneira totalmente legalizada, gerando mais qualidade de vida para esses pequenos produtores, garantindo meios para ampliarem suas produções, ou até mesmo inovarem em novos plantios”, destacou Neiva.

Sobre o programa

Antigo Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) – agora Terra Brasil, o programa passou por uma reformulação, e busca através do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), ampliar o alcance de maneira que atenda efetivamente pequenos produtores rurais a adquirirem terras por meio de financiamentos com mais agilidade, um dos benefícios do Terra Brasil. De acordo com o site do governo Federal, o tempo para as etapas de contratação foi reduzido de 24 para 6 meses.

Com os aprimoramentos, a ampliação da faixa etária dos beneficiários também é outra novidade, passando de 65 para 70 anos.

Texto: Milena Pacheco – Ascom/ADEAP/PMJ


Facebook Instagram Youtube