Prefeitura de Juazeiro e Uneb discutem implantação de projeto lúdico-educativo em ambientes hospitalares do município

Início Prefeitura de Juazeiro e Uneb discutem implantação de projeto lúdico-educativo em ambientes hospitalares do município

Na manhã desta quarta-feira (01), o Chefe de Gabinete da Prefeitura Municipal, Allan Jones e o assessor especial, Teobaldo Pedro se reuniram com as professoras do Departamento de Ciências Humanas da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em Juazeiro, Antoneide Santos e Antonilde Santos, para discutirem pontos importantes sobre o projeto que institui a prática lúdico-educativa em ambientes hospitalares e em Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município para crianças e adolescentes que estejam hospitalizados.

Para Allan Jones, esse projeto é inovador e irá possibilitar uma recuperação hábil para os pacientes. “Essas atividades lúdicas ajudarão na formação dos pacientes infantis, e a gestão Suzana Ramos se compromete a levar esse projeto adiante, pois, atividade lúdica também é uma terapêutica em saúde que vai ajudar a melhorar o prognóstico das doenças que as crianças são acometidas, tornando breve o adoecimento e fazendo com que a gente atinja rapidamente a saúde e a educação”, destaca o chefe de Gabinete.

Uma audiência pública com os vereadores e todo o corpo da gestão municipal deverá acontecer ainda no mês junho, para uma apresentação do projeto feito pela Uneb. “Na audiência iremos levar a importância do projeto lúdico, para que as crianças passem pelo processo de cura se desenvolvendo com as atividades lúdicas mesmo que hospitalizadas. Iremos levar também a importância que esse projeto seja todo voltado para as Unidades Básicas de Saúde e no ambiente hospitalar, onde os pacientes infantis possam ter acesso aos conteúdos escolares e assim possam dar continuidade aos estudos sem a perda do ano letivo. Então iremos levar essa discursão para a comunidade em geral com o total apoio da gestão Suzana Ramos”, explica a professora Antoneide Santos.

Projeto

O projeto visa o envolvimento de ações educativas, por meio de atividades pedagógicas que beneficiem crianças e adolescentes em período de internamento, compreendendo que é possível estreitar laços entre educação e saúde, e possibilitar às crianças hospitalizadas um ambiente mais humanizado.

Texto: Lucas Lima – Ascom/Gabinete/PMJ

Fotos: Pedro Angelo/PMJ

Compartilhar