Para reforçar qualificação, diretoria do Instituto de Previdência de Juazeiro participa de curso sobre gestão de investimentos financeiros

Início Para reforçar qualificação, diretoria do Instituto de Previdência de Juazeiro participa de curso sobre gestão de investimentos financeiros
IPJ
O zelo pelo patrimônio do Instituto de Previdência de Juazeiro (IPJ) é prioridade para a diretoria da autarquia. Para garantir a administração eficiente dos recursos e a sustentabilidade da previdência, o instituto vem investindo na capacitação continuada de toda a equipe.

No último final de semana, o diretor executivo, Marcus Onildo, e o diretor financeiro, Edgar Rodrigues, participaram de um curso sobre investimentos financeiros na cidade de São Paulo (SP). As aulas abordaram pontos como: noção clara de valor, avaliação de cenários e probabilidades para aplicações, entre outros.

“O objetivo da gestão é elevar o conhecimento e desenvolvimento do Instituto de Previdência de Juazeiro. Estamos procurando nos manter atualizados sobre todos os aspectos que envolvem a gestão da autarquia para garantir a sua saúde financeira. É necessário entender que a Previdência passa por uma atualização constante, e nós também seguimos essas mudanças, que irão refletir diretamente no nosso trabalho enquanto gestores financeiros”, comentou o diretor Marcus Onildo.

Capacitação técnica

O IPJ vem cumprindo as determinações legais, impostas pela Portaria Nº 9.907 da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, que exigem certificações que atestam a capacidade técnica dos gestores dos Regimes Próprios de Previdência (RPP).

No mês de março, os integrantes do comitê de investimentos do IPJ, formado pelos diretores Marcus Onildo, Edgar Rodrigues e pela secretária Thayla Costa receberam o Certificado de Gestor de Regime Próprio de Previdência Social (CGRPPS – 4699), emitido pela Associação dos Analistas e Profissionais de Investimentos do Mercado de Capitais (APIMEC). A superintendente Tarsila Ramos e a gerente Silmara Custódio também foram aprovadas.

Texto: Marcela Cavalcanti  – Ascom/IPJ/PMJ

Compartilhar