Juventude de Juazeiro protagoniza ação socioambiental nas margens do Rio São Francisco

Início Juventude de Juazeiro protagoniza ação socioambiental nas margens do Rio São Francisco


Diversos jovens de Juazeiro escolheram acordar cedo em pleno domingo (10) para fazer uma boa ação pelo meio ambiente. O ponto de encontro dessa turma foi o Vaporzinho, na Orla II da cidade, onde foi servido um café da manhã e em seguida os participantes seguiram pelo Parque Fluvial realizando uma limpeza das margens do Rio São Francisco.

A atividade denominada “Pegada da Juventude pela Preservação Ambiental: Limpeza do Rio” foi uma iniciativa que marcou o primeiro ato do Conselho Municipal de Juventude (COMJUV) em prol do meio ambiente no município, protagonizando a participação e mobilização dos jovens nesse momento socioeducativo. “A principal motivação que para gente vir aqui é trazer a educação socioambiental para a juventude, fazer com que nossos jovens entendam que eles são papel pertencente da nossa cidade, que é dever deles também como cidadãos cuidar bem do nosso meio ambiente”, argumentou a presidente do Conselho Municipal da Juventude, Elisa Sarmento.

A ação foi promovida em parceria com as secretarias de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes), Educação e Juventude (Seduc), Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb), e do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE). Também contou com a presença e participação de movimentos sociais, instituições e entidades da sociedade civil do município.

“O rio São Francisco passa por um momento difícil, a gente vê as margens sem mata ciliar, está muito degradada, principalmente no perímetro urbano da orla municipal. Então, a participação da sociedade civil em parceria com os órgãos do governo fazendo essa ação é justamente tentando uma conscientização, para fazer com que realmente a juventude ocupe esse espaço de forma conscientemente. Acho que essa ação é importante porque traz à juventude o senso de pertencimento a esse espaço público que é a orla municipal de Juazeiro. Também traz consciência política sobre a importância da educação ambiental, sobre essa questão de preservação do meio ambiente”, disse o jovem Cauã Barros.

Além da limpeza da orla, a “Pegada da Juventude pela Preservação Ambiental” contou também com plantio e manutenção de mudas, limpeza do descarte de lixo indevido e instalação de coletores na Ilha do Fogo, e orientações de conscientização da preservação do espaço público. “Nossa ação de hoje tem como objetivo promover a conscientização ambiental sobre a importância de mantermos limpa as margens do rio São Francisco e, além disso, realizamos um plantio com espécies arbóreas adequadas com intuito de ampliar a arborização das margem do rio e promover a manutenção da mata ciliar, que tem como função  a proteção do solo, manutenção da biodiversidade e regulação do microclima local”, pontuou a analista ambiental da Semaurb.

Ações contínuas

Ao longo deste ano outras ações ambientais de iniciativa do CONJUV estão programadas como novas coletas seletivas do lixo, transformação de rejeitos em matéria prima, como fonte de trabalho e manutenção do meio ambiente, a revitalização e manutenção de áreas públicas, além de atividades que orientem sobre os cuidados necessários no uso de agrotóxicos.

Texto: Edísia Santos – Ascom PMJ

Fotos: Luan Medrado/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube