Instituto de Previdência de Juazeiro garante repasse de mais de R$ 14 milhões do INSS

Início Instituto de Previdência de Juazeiro garante repasse de mais de R$ 14 milhões do INSS

Instituto de Previdência de Juazeiro garante repasse de mais de R$ 14 milhões do INSS

Instituto de Previdência de Juazeiro - IPJ

Autor: Comunicação

Instituto de Previdência de Juazeiro garante repasse de mais de R$ 14 milhões do INSS

O Instituto de Previdência de Juazeiro (IPJ) garantiu uma compensação adicional de R$ 14 milhões aos cofres da entidade, que é responsável pelo pagamento integral das aposentadorias e pensões dos servidores públicos do Município. O valor é relativo aos repasses dos anos de 2021, onde o Instituto recebeu o valor aproximado de R$ 7,5 milhões; […]

14/01/2023 8h00 Atualizado há 4 semanas atrás

O Instituto de Previdência de Juazeiro (IPJ) garantiu uma compensação adicional de R$ 14 milhões aos cofres da entidade, que é responsável pelo pagamento integral das aposentadorias e pensões dos servidores públicos do Município. O valor é relativo aos repasses dos anos de 2021, onde o Instituto recebeu o valor aproximado de R$ 7,5 milhões; e do ano de 2022, quando recebeu pouco mais de R$ 6,6 milhões.

Compensação Previdenciária

Os repasses são provenientes da Compensação Previdenciária (Comprev) que é um acerto de contas entre o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), vinculado ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS), e os institutos municipais, que têm seus Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS).
O servidor público, cujo tempo de serviço soma períodos trabalhados na iniciativa privada e na pública, ao se aposentar, recebe seus benefícios integralmente pelo Município. O mesmo direito se estende aos pensionistas do segurado. Com isso, os institutos municipais por assumirem a responsabilidade, são compensados mensalmente pelo pagamento.

Equilíbrio financeiro

O diretor-executivo do IPJ, Marcos Jorge de Sá, destaca que o equilíbrio financeiro é fundamental para a sobrevivência dos institutos de previdência municipais. “O número de trabalhadores que deixam a ativa só aumenta a cada ano. Com a responsabilidade de gerir os recursos que são destinados à seguridade dos servidores aposentados e pensionistas, contamos com a compensação previdenciária como uma das alternativas para manter o equilíbrio financeiro do Instituto”, destacou o diretor-executivo do IPJ, Marcos Jorge de Sá.

Texto: Gardennia Garibalde – Ascom/PMJ


Facebook Instagram Youtube