Equipe da Prefeitura de Juazeiro avalia cadastros do ‘Auxílio Emergencial Cultural Afonso Conselheiro’

Início Equipe da Prefeitura de Juazeiro avalia cadastros do ‘Auxílio Emergencial Cultural Afonso Conselheiro’

Equipe da Prefeitura de Juazeiro avalia cadastros do ‘Auxílio Emergencial Cultural Afonso Conselheiro’

Autor: Comunicação

Equipe da Prefeitura de Juazeiro avalia cadastros do ‘Auxílio Emergencial Cultural Afonso Conselheiro’

A comissão de avaliação do ‘Auxílio Emergencial Cultural Afonso Conselheiro’ se reuniu, na Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (Seculte), nesta segunda e terça-feira (05 e 06), para avaliação das informações concedidas pelos candidatos ao auxílio. O benefício será concedido a 400 artistas e trabalhadores da cultura em situação de vulnerabilidade, em três parcelas de […]

06/07/2021 13h51 Atualizado há 2 anos atrás

A comissão de avaliação do ‘Auxílio Emergencial Cultural Afonso Conselheiro’ se reuniu, na Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (Seculte), nesta segunda e terça-feira (05 e 06), para avaliação das informações concedidas pelos candidatos ao auxílio. O benefício será concedido a 400 artistas e trabalhadores da cultura em situação de vulnerabilidade, em três parcelas de R$ 300, totalizando R$ 900 para cada beneficiário.

“O auxílio emergencial é uma conquista de toda a classe artística e buscamos atender o máximo de pessoas. O cadastramento foi online, mas abrimos um balcão para o cadastro presencial e a busca ativa de quem não teve como fazer o cadastro online ou se deslocar até a secretaria”, contou o secretário da pasta, Sérgio Fernandes. “Ao todo, foram 528 inscritos e agora estamos fazendo a avaliação das informações para definir a classificação dos candidatos, de acordo com os critérios estabelecidos junto com representações dos artistas e do Conselho Municipal de Cultura”, completou.

Critérios

Terão direito ao auxílio emergencial os trabalhadores da cultura maiores de 18 anos, residentes em Juazeiro. Serão consideradas prioridade para a concessão do benefício às trabalhadoras da cultura, principalmente as mães solteiras e desempregadas. Em seguida, nos critérios de concessão, estão os trabalhadores e trabalhadoras da música, e, por fim, os trabalhadores e trabalhadoras da cultura em geral, compreendendo todos os setores culturais, desde o artista principal até o pessoal da técnica e assistência.

O benefício será negado aos titulares de benefícios previdenciários e aos servidores públicos de qualquer instância governamental.

Texto: Eneida Trindade – Ascom/Seculpe/PMJ


Facebook Instagram Youtube