Crianças atendidas por equipamentos sociais da Prefeitura de Juazeiro participam de oficina de beach tennis e futevôlei

Início Crianças atendidas por equipamentos sociais da Prefeitura de Juazeiro participam de oficina de beach tennis e futevôlei

O Portal Zap Open, evento de beach tennis e futevôlei que movimenta Juazeiro desde o último final de semana, tem sido marcado por torcidas, vitórias, alegria e casa cheia. Mas, para além dos esportes, a competição é marcada por outro nome: ação social. Com organização do Portal Zap e parceria da Prefeitura de Juazeiro e o jogador Petros, o evento esportivo proporcionou à crianças e adolescentes atendidos pelos Serviços de Fortalecimento e Convivência de Vínculos (SCFV), da Unidade de Acolhimento Casa Messe, do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) e APAE, vinculados à Secretaria de Desenvolvimento Social e Diversidade (SEDES), uma oficina de beach tennis e futevôlei durante a tarde desta quinta-feira (07).

Um dos idealizadores da ação social, o jogador Petros esteve no local para incentivar as crianças e falou sobre o impacto transformador do esporte. “Eu fico muito feliz e agradecido por essa oficina estar acontecendo, pois desejo que o esporte possa mudar vidas de outras pessoas, assim como mudou a minha, possibilitando que eu realizasse meus sonhos. Quem sabe a partir de uma ação social como essa a gente não consegue mostrar novos talentos e assim mostrar Juazeiro para o Brasil e para o mundo mais uma vez”, argumenta Petros.

A oficina foi ministrada por professores de beach tennis e futevôlei da região. Tião Torres, um dos responsáveis por ensinar um pouco sobre futevôlei destacou a importância destas ações na vida das crianças. “A prática de esportes pelas crianças é muito importante. Incentiva elas a fazerem uma atividade física, que é sinônimo de saúde, além de levá-los a conhecer tanto o beach tennis, quanto o futevôlei, modalidades que estão crescendo na região e os afasta de ‘coisas’ ruins, a exemplo de drogas, dentre outros”, diz.

Muito animada, Yasmin Rodrigues, de 14 anos, era só sorrisos. “Estou muito feliz e animada de estar aqui, aprendendo uma coisa nova que a gente quase nunca vê. Sou muito agradecida pela oportunidade”, celebrou.

“A importância da oficina para as crianças é imensurável. São crianças e adolescentes que se encontram geralmente em famílias com algum tipo de vulnerabilidade social e facilitar a aproximação delas das atividades diferentes é uma abertura de horizontes, auxilia no desenvolvimento de habilidades e aumenta o contato com cultura e lazer, é muito gratificante poder fazer parte disso”, exalta a Superintendente de Gestão do Sistema Único de Assistência Social, Laise Macedo.

—-
Texto: Karem Moraes – Ascom/Seculte/PMJ
Fotos: João Pedro Soares/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube