Com apoio da Prefeitura de Juazeiro, cerca de 70 famílias são beneficiadas por horta orgânica no João Paulo II

Início Com apoio da Prefeitura de Juazeiro, cerca de 70 famílias são beneficiadas por horta orgânica no João Paulo II

Com o apoio da Prefeitura de Juazeiro, por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP), a Horta Comunitária do bairro João Paulo II beneficia 70 famílias. A Associação, que atua há 33 anos com o manejo de hortaliças orgânicas, conta com o trabalho de 114 horticultores, e desses, 74 são mulheres. Todas elas são da própria comunidade e contribuem para o desenvolvimento da agricultura familiar.

As hortaliças que lá são plantadas, vão diretamente para a Feira de Orgânicos de Juazeiro, todas às quintas-feiras e também para o mercado de orgânicos na Areia Branca, em Petrolina.

A presidente da associação, Ana Cristina Novaes, conta que é gratificante fazer parte de um trabalho que gera sustento para tantas famílias. Há 3 anos, de domingo a domingo, ela e o esposo Davi zelam pelo bom funcionamento da horta.

Para dona Lugência de Araújo, agricultora há 15 anos, o trabalho é tão bom que nem dá vontade de ir para casa. “Aqui é tão bom, mais mulheres do que homens, bom demais. Aqui a gente conversa, se diverte, trabalha, ajuda no sustento da família, só alegria. Todo mundo unido, feliz. Amém”, comemora.

Dia Internacional da Mulher

Todos os anos elas celebram o 8 de Março com uma grande festa. Este ano, devido à pandemia, não haverá aglomeração. “Pretendemos arrecadar brindes, lanches e valores em espécie, para presenteá-las. A entrega das arrecadações será no dia 15 de março, com um lanche e entrega desses brindes, só pra não passar batido. Convidamos você a apoiar essa causa”, explica Ana Cristina.

Em homenagem às colegas de trabalho, Pedrina dos Santos Silva aproveitou para deixar uma mensagem. “Continuem na luta, não desistam. Somos mulheres guerreiras e estamos aqui para vencer os obstáculos que vierem, não pode abaixar a cabeça. A vida segue em frente, apesar de toda dificuldade, mas nós estamos na luta. Mulheres fortes e corajosas que somos”, disse.

—-

Texto Milena Pacheco – Ascom/ADEAP/PMJ

Compartilhar

Facebook Instagram Youtube